Buscar
  • minasbioconsultoria

Você sabe no que o ecoturismo difere do turismo convencional?

Atualizado: Set 12

Segundo a Embratur, o ecoturismo se trata de uma atividade que utiliza de forma sustentável

o patrimônio natural e cultural, promovendo contribuições positivas para o bem-estar social e

econômico, além do seu principal foco: a conservação ambiental e o desenvolvimento sustentável.


As atividades possuem como princípio a conscientização e preservação do patrimônio natural, dentre elas, podemos citar o mergulho, trilhas com observação de fauna e flora, rapel e safaris fotográficos. Diferente do turismo convencional que não está associado a um interesse específico e sim para descanso, entretenimento ou simplesmente conhecer a localidade visitada.

Fotografia: Andres R Imaging


Mas como surgiu o Ecoturismo?


O ecoturismo surgiu no Brasil no final dos anos 80 pela Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo, a EMBRATUR, visto que o turismo em massa já era apontado como uma das principais formas de impacto ambiental e cultural. Tal segmento turístico teve um salto de visibilidade com a Conferência das Nações Unidas, a Rio 92 (Eco 92 ou Cúpula da Terra) realizada em Junho de 1992, impulsionando o mercado brasileiro, visto que o país fatura em média US$ 70 milhões anualmente, fazendo com que o ecoturismo seja a área do turismo que mais cresce.



Como acontece o ecoturismo?


As atividades podem ter relação com a fauna, a flora, formações do solo, paisagens, apreciação da natureza, todas com foco na educação ambiental, e são, geralmente, acompanhadas de um guia ou condutor especializado.


Primeiro é preciso ser realizado um estudo de impacto ambiental (conheça o EIA/Rima), limitando o número de pessoas para tal controle. Além disso, para garantir a preservação da natureza, há normas ambientais as quais devem ser respeitadas, como a proibição de atividades potencialmente poluidoras, a caça, a pesca e as atividades nas áreas de reservas biológicas, por exemplo.


As agências responsáveis pelo turismo ecológico necessitam estar cadastradas nos órgãos oficiais de turismo para que possam atuar, além disso, as agências credenciadas ficam responsáveis pela hospedagem, transporte, entretenimento, alimentação e pelos passeios com guias locais experientes. Tudo isso deve ser pensado de forma sustentável, como, por exemplo, os materiais e a construção das estruturas até os meios e vias de transporte, de forma a gerar o mínimo de impacto possível, seguindo sempre premissas conservacionistas a fim de proporcionar experiências que cumpram o intuito de educação ambiental.



Se interessou? Conheça os principais destinos do ecoturismo!


O Brasil é conhecido como um dos países com maior riqueza de biomas, e isso torna o cenário perfeito para atividades ecoturísticas, contribuindo ainda para a conservação desses ecossistemas, garantindo seu uso de forma sustentável e gerando benefícios econômicos, além da geração de novos empregos, inclusão social e ainda promover a valorização do meio biótico. Se pretende passar um tempo em contato com a natureza, respirar ar puro e aprender sobre a importância da conservação, separamos alguns destinos que, com certeza, vão te surpreender com sua beleza verde e azul!


Conheça: Bonito


Quem for para Bonito (Mato Grosso do Sul) irá desfrutar de inúmeras atrações turísticas naturais, rios de águas claras e limpas, belas cachoeiras, cavernas, trilhas com observação de aves, mergulho.


Bonito conta principalmente com grutas e cachoeiras, como por exemplo a Gruta do Lago Azul, um dos passeios mais famosos da cidade! Decorada com estalactites, oferecendo experiências inesquecíveis com suas formações rochosas e lagos protegidos desde 1978. É importante ressaltar que todos os passeios precisam ser, obrigatoriamente, fechados com uma agência turística, para que não haja excesso de pessoas e, assim, evitando qualquer tipo de impacto ao meio ambiente.

Fotografia: Viajabi, Gruta do Lago Azul, Bonito - MS


Conheça: Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros


O parque se localiza em Goiás, é rico em sua biodiversidade, cheio de vida selvagem, piscinas rochosas, quedas d’água e desfiladeiros, além de paisagens deslumbrantes de área protegida, garantindo a preservação do Cerrado. Perfeito para atividades como trilhas e camping, além de contar com mais de 150 opções de belíssimas cachoeiras. De acordo com a NASA, visto do espaço, a chapada é o ponto mais luminoso visível na Terra por conta de seus cristais de quartzo refletidos pela luz solar.


Um dos locais mais procurados é a Trilha dos Cânions, tendo como atração o Cânion II e a Cachoeira das Cariocas, contando com vários locais para fotos e banho, duas quedas d’água incríveis e um grande poço para mergulho!

Fotografia: Projeto Monitoramento do Cerrado, cachoeira Santa Bárbara, Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.


Conheça: Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses


Destino perfeito para apreciar as belezas do Maranhão, o parque está localizado numa área de transição entre caatinga, cerrado e amazônia, entre as cidades de Barreirinhas, Santo Amaro e Atins. Apresenta dunas de areia agregadas aos magníficos lençóis freáticos. Dispõe de atividades como mergulhos, caminhadas e observação de fauna, além de aproveitar a vista surreal do local. O parque conta com vários atrativos, sendo deles um dos mais famosos a Lagoa Bonita, na cidade de Barreirinhas, perfeito para observar o pôr-do-sol!

Fotografia: Guia de Destinos, Circuito Lagoa Bonita, Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, Maranhão.



E aí, deu vontade de curtir toda essa beleza natural? Já visitou algum desses locais? Conta pra gente nos comentários!





REFERÊNCIAS


Ecoturismo: orientações básicas. / Ministério do Turismo, Secretaria Nacional de Políticas de Turismo, Departamento de Estruturação, Articulação e Ordenamento Turístico, Coordenação Geral de Segmentação. 2. ed. – Brasília: Ministério do Turismo, 2010. 96 p. Disponível em: http://www.turismo.gov.br/sites/default/turismo/o_ministerio/publicacoes/downloads_publicacoes/Ecoturismo_Versxo_Final_IMPRESSxO_.pdf. Acesso em: 24 jul. 2020.


Guia de Destinos: 164 Guias de Destinos inteiramente grátis. [S. l.]. Disponível em: https://guia.melhoresdestinos.com.br/destinos. Acesso em: 29 jul. 2020.


ICMBIO, Guia do Visitante: Chapada dos Veadeiros. [S. l.]. Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/parnachapadadosveadeiros/guia-do-visitante.html. Acesso em: 29 jul. 2020.


ICMBIO, Guia do Visitante: Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. [S. l.].. Disponível em: https://www.icmbio.gov.br/parnalencoismaranhenses/guia-do-visitante.html. Acesso em: 29 jul. 2020.

Sobre a autora: Ana Beatriz Sabino Menezes, graduanda em Ciências Biológicas/Bacharelado-UFU, gosta de pintar e desenhar, apaixonada pelo ramo artístico e também pela natureza e animais, passa a maior parte do dia no jardim, cuidando das suas plantinhas e do seu pedacinho de ecossistema.

Contato: sabinoanab@gmail.com @ardevenus


93 visualizações3 comentários