Buscar
  • minasbioconsultoria

Energia solar

O que é energia solar?

A energia solar é uma forma de energia gerada pelo calor e luz do sol. É uma fonte de energia sustentável e inesgotável que está cada vez mais popular no Brasil e no mundo. Tal fato é devido a essa forma de energia apresentar um grande rendimento e estar atrelada à sustentabilidade. Segundo pesquisa realizada pelo IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), a participação da energia do sol na matriz energética brasileira foi de 0,1% em 2016 para 1,2% em 2019.

  • Quais são as principais formas para obtenção de energia solar?

Energia térmica: sistema que utiliza tubos a vácuo ou coletores (placas) para aproveitar o calor do sol e transferi-lo para a água. O vapor obtido por esse processo pode ser utilizado em residências, instalações de pequeno porte, entre outros;

Energia fotovoltaica: sistema que utiliza geradores de energia solar formado por inversores e painéis solares que são produzidos a partir de silício para converter a radiação solar em energia elétrica. A energia fotovoltaica é uma das fontes de energia limpa que mais cresce atualmente.

Fonte: Amanda Perobelli/Reuters

  • Quais são as vantagens da energia solar?

Preservação do meio ambiente: A produção de energia elétrica à base de combustíveis fósseis possui uma data de validade, tais recursos podem não estar mais disponíveis daqui um tempo, como é o caso do petróleo. Já a energia solar trata-se de uma fonte renovável e inesgotável de energia. Além disso, é uma fonte não poluente e excelente para países tropicais, como o Brasil, cuja radiação solar costuma ser intensa durante boa parte do ano.

Redução dos gastos com energia elétrica: A instalação de uma opção para gerar a energia solar é um investimento que traz grandes benefícios financeiros ao longo do tempo. O sistema geralmente possui uma alta durabilidade, podendo chegar ou ultrapassar a marca de 30 anos de geração, fazendo com que o consumidor recupere o valor investido e, ainda, permaneça por muitos anos obtendo ganhos consideráveis pela economia de energia elétrica. Como exemplo, as placas solares são expostas a variados tipos de desgastes, como sol, chuva, neve e variação de temperatura. Com todas essas adversidades, fabricantes dos painéis dizem que sua vida útil dura, em média, entre 20 e 25 anos. Durante esse período há indícios de desgaste nas células componentes do painel que podem apresentar uma redução de 20% na eficiência do sistema.

Agrega valor a imóveis: A valorização acontece pelo fato da redução considerável de energia, tendo em vista tal vantagem, muitas pessoas optam por adquirir um imóvel com esta alternativa sustentável.

Adaptabilidade nas regiões isoladas que não possuem rede elétrica: Existem várias regiões no brasil que não contam com uma rede elétrica para casas e empresas. Essas deficiências podem ser resolvidas com a instalação de uma estrutura para captação dos raios solares no modelo de geração off grid, o qual não tem conexão com a rede de distribuição. Solução que, também, vem se desenvolvendo fortemente no segmento fotovoltaico pela sua versatilidade e capacidade de prover energia elétricas em locais afastados e de difícil acesso.

Fonte: Generación Verde

  • Existe alguma desvantagem?

Alto custo de aquisição: As células solares e painéis solares que são necessários para aproveitar a energia solar tem um custo alto de aquisição. Embora se considere a vida útil deles sendo maior que 25 anos, o custo é extremamente razoável e competitivo. Falta de Incentivos no Brasil: Uma das principais desvantagens da energia solar no Brasil, é que a falta de incentivo fiscal do governo faz com que essa solução seja pouco acessível.

Descarte de painéis solares: Existem poucos estudos sobre os impactos provenientes do descarte dos painéis. Os painéis solares pertencem à categoria de lixo eletrônico e ao serem descartados no solo levam toxicidade para todo o ecossistema. Hoje a quantidade de resíduos de painéis solares é da ordem de 250 mil toneladas e serão 78 milhões de toneladas por volta de 2050 (Agência Internacional de Energia Renovável).


Fonte: Jean-Paul Pelissier/Reuters

E aí, gostou de saber um pouquinho sobre a Energia Solar? Conte pra nós nos comentários, e continue acompanhando nossos textos!




Referências:


SOUSA, Rafaela. "Energia Solar"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/energia-solar.htm. Acesso em 15 de novembro de 2021.


ELETROBRAS ‒ CENTRAIS ELÉTRICAS BRASILEIRAS. Pesquisa de posse de equipamentos e hábitos de uso: ano base 2005 – classe residencial. Rio de Janeiro: Eletrobras, jul. 2007.


GREENPEACE. Como o incentivo à energia solar fotovoltaica pode transformar o Brasil. [s.l.]: Greenpeace, 2016. Disponível em <https://www.greenpeace.org/brasil/Global/brasil/documentos/2016/Relatorio_Alvorada_Greenpeace_Brasil.pdf>.


VARELLA, F.; GOMES, R. D. M.; JANUZZI, G. M. Sistemas fotovoltaicos conectados à rede elétrica no Brasil: panorama da atual legislação. Campinas: International Energy Initiative, 2009. Disponível em <http://www.fem.unicamp.br/~jannuzzi/documents/RELATORIO_PROJETO_2_FINAL.pdf>. Acesso em: 15 ago. 2011.



 

Sobre a autora: Lorena Costa Silva, graduanda em Ciências Biológicas/Licenciatura - UFU. Ama animais e esportes.


Contato: lorenacsilva8@gmail.com @_lolocosta


 



66 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo