Buscar
  • minasbioconsultoria

Agroecologia - entenda o que é e sua importância

Agroecologia é definida como uma ciência que utiliza de conceitos ecológicos nas práticas agrícolas, com a finalidade de proporcionar ecossistemas produtivos e sustentáveis, preservando os recursos naturais, buscando desenvolver agroecossistemas com a mínima dependência de substâncias agroquímicas e energéticas externas a ele. Saiba a relação das abelhas com o aumento da produtividade agrícola em pequenas e grandes propriedades.


Segundo Caporal (2004), a agroecologia também é caracterizada por utilizar dos saberes, conhecimentos e experiências dos agricultores, proporcionando assim não apenas o desenvolvimento de agroecossistemas sustentáveis, mas também de processos de desenvolvimento rural sustentável.


Dessa forma, a agroecologia visa a agricultura sustentável, socialmente justa e economicamente viável.


Foto por Instituto AUÁ

Princípios da Agroecologia

Segundo a Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo, os princípios básicos da agroecologia são:

  1. Conservar e ampliar a biodiversidade dos ecossistemas, considerando o estabelecimento de diversas interações entre o solo, as plantas e os animais, ampliando assim a autorregulação do agroecossistema da propriedade;

2. Garantir as condições de vida do solo que permitam a manutenção de sua fertilidade e o desenvolvimento saudável das plantas, por meio de práticas como:

  1. Cobertura permanente do solo (viva ou mulching);

  2. Adubação verde;

  3. Proteção contra os ventos;

  4. Práticas de conservação do solo ( controle da erosão);

  5. Rotação de culturas;

  6. Consorciação de culturas;

  7. Cultivo em faixas, entre outras.

3. Usar espécies ou variedades adaptadas às condições locais de solo e clima, minimizando exigências externas para um bom desenvolvimento da cultura;


4. Assegurar uma produção sustentável das culturas sem utilizar de insumos químicos que possam degradar o ambiente, fazendo uso da adubação orgânica, de produtos minerais pouco solúveis (fosfato de rocha, calcário, pó de rocha, etc) e de um manejo fitossanitário que integre as práticas culturais, mecânicas e biológicas para o controle de pragas e doenças;


5. Diversificar as atividades econômicas da propriedade, buscando a interação entre elas para maximizar a utilização dos recursos endógenos e, assim, diminuir a aquisição de substâncias externas à propriedade;


6. Favorecer a autogestão da comunidade produtora, respeitando sua cultura e estimulando seu desenvolvimento social.


Agroecologia praticada em torno de parques e reservas biológicas é fundamental para a proteção do meio ambiente. Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

Tais princípios retratam também a importância da agroecologia para a biodiversidade, uma vez que ela proporciona a conservação do meio ambiente como um todo, a qualidade dos alimentos, a sustentabilidade e valorização social do produtor.


Desafios da Agroecologia


Alguns dos principais desafios para a agroecologia são a falta de políticas públicas que influenciam, favoreçam e regulamentam esse modelos, a resistência dos pequenos e grandes produtores, as demandas e imposições do mercado para produção em larga escala e em pouco tempo, entre outros. Tais fatores estão ligados ao atual modelo de agricultura, o agronegócio. (Boaventura, Kárita de Jesus et al, 2018).


Para que a agroecologia ganhe mais forças e espaço nesse meio é necessário o apoio e o reconhecimento do governo referente aos danos já causados pela ação humana ao meio ambiente e a agroecologia como meio de produção que não produza tais impactos. Alinhado a políticas de incentivo aos agricultores desse modelo de produção. (Boaventura, Kárita de Jesus et al, 2018; Assis, R.L., 2005).


Agroflorestas no assentamento Contestado, no Paraná. Foto: Leandro Taques.



Se interessou pelo assunto? Continue acompanhando nossos textos!

REFERÊNCIAS

ASSIS, R. L. Agroecologia: Visão Histórica e Perspectivas no Brasil. In AQUINO, A. M. de; Assis, R. L. de. (Ed.). Agroecologia: Princípios e técnicas para uma agricultura orgânica sustentável. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica; Seropédica: Embrapa Agrobiologia, 2005, p. 174-184.


Boaventura, Kárita de Jesus et al. Agroecologia: Conceito, história e contemporaneidade. CONGRESSO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UEG, 5, 2018, Pirenópolis.


CAPORAL, Francisco Roberto; COSTABEBER, José Antônio. Agroecologia: alguns conceitos e princípios. 2004.


GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO. Secretaria de Agricultura e Abastecimento, Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável, [s.d.]. Agroecologia - Conceitos. Disponível em: <https://www.cdrs.sp.gov.br/portal/produtos-e-servicos/publicacoes/acervo-tecnico/agroecologia-conceitos>. Acesso em 21 de dezembro de 2020.


Sobre a autora: Maria Cecília Porto Novais, graduanda em Ciências Biológicas/Licenciatura-UFU.

Contato: mceciliapnovais@gmail.com @ceciliapnovais



52 visualizações1 comentário