Buscar
  • minasbioconsultoria

A relação das abelhas com o aumento da produtividade agrícola em pequenas e grandes propriedades

Você já parou pra pensar em como as abelhas podem afetar a produtividade de um fruto?


A resposta está na polinização que esses insetos fazem e a diferença que esse serviço ecossistêmico pode provocar na vida dos pequenos e grandes produtores agrícola é gigantesca, então vamos descobrir um pouco mais sobre nesse texto.


A polinização


A polinização é uma interação ecológica (leia nosso texto Impactos do desmatamento nas interações ecológicas) que conecta mais de um milhão de espécies de organismos, garante a perpetuação das angiospermas e fornece boa parte dos itens da dieta humana.


Os agentes polinizadores são animais de diversos grupos, mas também os meios abióticos, como por exemplo o vento e a água, que promovem o encontro do gameta masculino da planta com o feminino , nas flores, ocasionando assim a fecundação e depois o surgimento dos frutos.


Cada planta possui especificidades no momento da interação e quando falamos das plantas agrícolas, cerca de 70% dependem da polinização. Entre todos os animais que são polinizadores, o grupo dos insetos se destaca por ser responsável por 90% dos serviços de polinização. Entre os insetos as abelhas são protagonistas, 85% das plantas agrícolas de importância na alimentação humana são polinizada por elas.



iGUi Ecologia


Agronegócio e Agricultura familiar


Segundo Milton Santos, geógrafo brasileiro considerado por muitos como o maior pensador da história da geografia no Brasil, o agronegócio corresponde a uma agricultura científica globalizada, quando a produção agrícola tem referências planetária e recebe influência das mesmas leis que regem os outros aspectos da produção econômica.


As demandas dentro de todos os setores desse estilo de produção são gigantescas e insustentáveis para o equilíbrio ambiental e, no que diz respeito à agricultura, se utilizam de agrotóxicos e da monocultura para sua produção, que são os principais responsáveis pelo declínio e perda de colônias das abelhas que estão entre as principais vítimas dos sistemas agrícolas convencionais.


A espécie mais atingida é Apis melífera, conhecida popularmente como abelha européia, no entanto as espécies nativas brasileiras também estão em risco.

Foto por: Felipe Mendes


Muitos estudos comprovam que a visitação das abelhas impacta na quantidade e também na qualidade das plantas e dos produtos agrícolas, além disso as abelhas e os demais polinizadores atuam na manutenção dos ecossistemas naturais ao interagirem com inúmeras espécies de plantas com flor a procura de seus recursos florais.


No entanto, vemos que muitos países, principalmente o Brasil, não estão dispostos a mudar a estrutura desse estilo de produção na escala industrial, principalmente nas demandas de exportações, numa espécie de contínua referência a seu passado colonial.


Associação brasileira de estudos de abelhas


A agricultura familiar e os pequenos produtores


A agricultura familiar se opõe fortemente ao agronegócio pois a dinâmica desse estilo de produção é baseado na sustentabilidade e preservação da terra do cultivo e da biodiversidade. Nela a gestão da propriedade é compartilhada pela família e a atividade produtiva agropecuária é a principal geradora de renda. Além disso, existe uma relação particular da terra, que é o local de trabalho e moradia do agricultor familiar.


Segundo dados do Censo Agropecuário de 2006, 84,4% do total dos estabelecimentos agropecuários brasileiros pertencem a grupos familiares. São aproximadamente 4,4 milhões de estabelecimentos, sendo que a metade deles está na Região Nordeste.

Brito, Adolfo 2020




Alimentação Sustentável 26/07/2016



De acordo com o estudo, ela constitui a base econômica de 90% dos municípios brasileiros com até 20 mil habitantes; responde por 35% do produto interno bruto nacional; e absorve 40% da população economicamente ativa do país. Ainda segundo o Censo, a agricultura familiar produz 87% da mandioca, 70% do feijão, 46% do milho, 38% do café, 34% do arroz e 21% do trigo do Brasil. Na pecuária, é responsável por 60% da produção de leite, além de 59% do rebanho suíno, 50% das aves e 30% dos bovinos do país. A agricultura familiar possui, portanto, importância econômica vinculada ao abastecimento do mercado interno e ao controle da inflação dos alimentos consumidos pelos brasileiros.

Brito, Adolfo 2020



Divulgação: Conservação da Natureza


A polinização melhora a produtividade agrícola


Uma estratégia barata e sustentável para aumentar a produtividade agrícola é a presença de insetos polinizadores nas práticas da agricultura do pequeno e do grande proprietário rural.


Segundo os resultados do artigo “Resultados mutuamente benéficos para diversidade de polinizadores e produtividade agrícola em pequenas e grandes propriedades” publicado na revista Science em 2016, melhorar a produtividade das culturas por meio da gestão de biodiversidade é uma saída para o aumento da produção de alimentos, especialmente em países mais pobres, além da melhora na qualidade dos alimentos.


Muitos estudos apontam a polinização agrícola como sendo um insumo agrícola de alto valor econômico e como importante meio de equilíbrio ambiental.


As plantas polinizadas por abelhas e por outros insetos e animais, geram frutos maiores com maior qualidade e maior número de sementes comparados aos frutos formados por flores com deficiência na polinização natural. Consequentemente, os frutos possuem melhor rentabilidade econômica e sucesso reprodutivo.

À esquerda, tomate, morango e açaí bem polinizados e, à direita, os mesmos frutos sem a polinização por abelhas



Além do mais, a apicultura e a meliponicultura (criação de abelhas sem ferrão) tornam-se alternativas de renda para pequenos agricultores por conta da opção de comercialização dos produtos da cadeia produtiva das abelhas, mel, própolis, pólen, geléia real e cera, da mesma forma que gera atividade econômica para apicultores e/ou meliponicultores que comercializam as colônias de abelhas. Se interessou pela meliponicultura? Entre em contato com a gente!


Foto: Revista Globo Rural


Gostou? Deixe seu comentário, compartilhe com que tem interesse e acompanhe nossas novidades!



REFERÊNCIAS:


Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura familiar (Mato Grosso do Sul). SEMAGRO. Polinização agrícola é alternativa de renda para pequeno e médio apicultor. SEMAGRO, Brasil, 9 jan. 2016. geral, p. 1-2. Disponível em: https://www.semagro.ms.gov.br/polinizacao-agricola-e-alternativa-de-renda-para-o-pequeno-e-medio-apicultor/. Acesso em: 30 set. 2020.


DINIZ, Fernanda. Importância das abelhas para a produção de alimentos foi tema de mesa redonda no Congresso de Agroecologia 2017. Embrapa, Brasil, 13 set. 2017. Agroecologia e produção orgânica, p. 1-2. Disponível em: https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/27126913/importancia-das-abelhas-para-a-producao-de-alimentos-foi-tema-de-mesa-redonda-no-congresso-de-agroecologia-2017. Acesso em: 30 set. 2020.


ECA/USP (São Paulo). Periferia da informação. Agronegócio vs agricultura familiar: O que é o agronegócio?. Periferia da Informação, Brasil, 25 nov. 2015. Realidade socioeconômica e política brasileira, p. 1-2. Disponível em: https://periferiadainformacao.wordpress.com/2015/11/25/agronegocio-x-agricultura-familiar/. Acesso em: 17 set. 2020.


MUNIZ, Raquel. A importância da Agricultura Familiar para as economias locais. Hoje em dia, Brasil, p. 1-2, 21 maio 2018. Disponível em: https://www.hojeemdia.com.br/opin. Acesso em: 15 set. 2020.


BRITO, Adolfo. O que é a agricultura familiar. Rural Pecuária, Brasil, p. 1-2, 8 set. 2020. Disponível em: https://ruralpecuaria.com.br/tecnologia-e-manejo/agricultura-familiar/o-que-e-a-agricultura-familiar.html. Acesso em: 16 set. 2020


MATTEI, Lauro. O papel e a importância da agricultura familiar no desenvolvimento brasileiro rural contemporâneo. Políticas Públicas e Desenvolvimento, Brasil, p. 1-40, 14 jul. 2015.


EMBRAPA (Brasil). Embrapa. Insetos polinizadores melhoram produtividade agrícola. Embrapa, Brasil, 26 jan. 2016. Notícias, p. 1-2. Disponível em: https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/9270033/insetos-polinizadores-melhoram-produtividade-agricola. Acesso em: 21 set. 2020.


RECH, André Rodrigo et al. Biologia da polinização: uma síntese histórica. In: RECH, André Rodrigo et al. Biologia da polinização. 1° Edição. ed. [S. l.: s. n.], 2014. cap. Capítulo 1, p. 27-43.


PINHEIRO, Mardiore et al. Polinização por abelhas. In: Biologia da polinização. [S. l.: s. n.], 2014. cap. Capítulo 9, p. 206-227



Sobre a autora: Bruna Gentil, graduanda em Ciências Biológicas/Bacharelado-UFU.

Contato: brunagentils0@gmail.com @jabotiacaba_




80 visualizações3 comentários