Buscar
  • minasbioconsultoria

Impactos do desmatamento nas interações ecológicas

Atualizado: Set 12


Todos nós ao longo de nossas vidas já ouvimos falar sobre o desmatamento, seja no jornal ou na televisão, mas e sobre as interações ecológicas? Nós humanos somos uma espécie que depende muito das interações para nossa sobrevivência, pois vivemos em uma sociedade onde cada um tem seu papel e cumpre uma função, como disse John Donne: Nenhum homem é uma ilha isolada, na natureza isso não é muito diferente.



Mas afinal o que são interações ecológicas?


Primeiramente vamos entender o que são interações, segundo o dicionário é influência mútua de órgãos ou organismos inter-relacionados; ação mútua ou compartilhada entre dois ou mais corpos ou indivíduos, no ramo da ecologia seria sucintamente a relação entre os organismos no seu ambiente.


Existem dois tipos de interações e ambas levam em consideração a espécie dos animais, sendo elas a intraespecífica e a interespecífica.


Intraespecífica


Constituída pela interação entre dois ou mais indivíduos da mesma espécie, por exemplo lobos.




Interespecífica


É composta por indivíduos de diferentes espécies, como na imagem uma borboleta uma abelha e um percevejo competem pela mesma flor.



Aprofundando um pouco descobrimos que as relações possuem duas classificações: as harmônicas que ambos organismos são beneficiados e as desarmônicas, onde alguém é prejudicado em algum nível. Você deve se estar perguntando “Cadê as benditas interações ecológicas?” Vou dar exemplos pra ficar bem claro. Obs: não se esqueçam do que já aprendemos, pois iremos usar adiante.


Interações Intraespecíficas


Sociedade

Quando um grupo da mesma espécie se reúne e com isso organizam as tarefas de acordo com a hierarquia existente no grupo,cooperando para o sucesso da sociedade. Ex: Suricatos.


Colônia:

Muito semelhante a sociedade mas com uma pequena diferença os organismos estão ligados entre si, ou seja dependem uns dos outros e não conseguem viver separado. Ex: Corais



Competição Intraespecífica

Ocorre quando há disputa por recurso seja ele alimento, água, parceiro(a) ou ambiente por dois ou mais indivíduos da mesma população. Ex: Cabra Doméstica.



Canibalismo

Se dá pelo fato de um indivíduo usar o outro para se alimentar. Ex: Perca Européia.






Interações Interespecíficas


Comensalismo

Um indivíduo se beneficia de outro sem necessariamente oferecer algo em troca, mas sem oferecer prejuízo também, nesse caso as Rêmoras comem os restos de alimento do tubarão.


Mutualismo

Ambos os indivíduos são beneficiados como exemplo a abelha e uma flor, onde a abelha se alimenta do néctar em contrapartida a flor aproveita para dispersar seu pólen pela abelha que irá em outra flor assim polinizando-a.


Predação

O predador é sempre beneficiado e a presa sempre prejudicada, seja num grau mais ameno como a herbívora ou em um grau mais letal como a predação clássica. Ex: Panda Vermelho comendo o Bambu.


Parasitismo

O parasita se beneficia do hospedeiro utilizando o mesmo de alimento prejudicando a saúde do hospedeiro. Ex: Sanguessuga.





Agora que você é quase um ecólogo, deve estar se perguntando: ’’Mas onde se encaixa o desmatamento nisso tudo?’’

Todos sabemos que o desmatamento é prejudicial para o meio ambiente em si, mas e para as interações ecológicas? Vou explanar alguns exemplos já mencionados aqui.


Imagine que você é uma abelha e seu néctar preferido é de uma planta x, um certo dia tenta encontrar ela mas percebe que não está mais no mesmo local pois um humano veio e arrancou ela porque simplesmente achou bonita, o prejuízo para abelha e a espécie da flor são imensuráveis, pois existem espécies de flores que são especialistas, ou seja, não é qualquer polinizador que consegue carregar seu pólen.


Agora dando um mergulho no mar encontramos os recifes de corais que são colônias sésseis (Pólipos), ou seja, são fixos no substrato e fazem mutualismo com as zooxantelas, microalgas e vivem no interior dos tecidos dos corais construtores dos recifes realizando fotossíntese liberando para os corais compostos orgânicos nutritivos.Já o coral produz gás carbônico, compostos nitrogenados e fósforo através do seu metabolismo que é utilizado pelas microalgas.


Onde quero chegar com todo esse raciocínio é que o desmatamento não é só quando se corta umas árvores, ele é muito mais amplo que isso chegando até o fundo do mar, mas como isso ocorre?

Bom tudo funciona da seguinte maneira, o aquecimento global afeta a temperatura dos oceanos, aumentando-a, com esse aumento os organismos marinhos como as microalgas e fitoplâncton, são muito sensíveis a mudanças de temperaturas, consequentemente seu metabolismo é prejudicado sendo o oxigênio um dos principais produtos, estes são responsáveis por até 98% de toda produção de oxigênio do planeta, ou seja, todo ecossistema terrestre e marinho é afetado impactando a vida na terra, podendo ser catastrófico.





REFERÊNCIAS

Fotos disponíveis em: https://pixabay.com/pt/. Acesso em 25 de maio de 2020.


Amabis, J. M., & Martho, G. R. (2004). Biologia das populações (2a ed.). São Paulo, SP: Moderna.


Maricato, F. E. (2012). A reconstrução coletiva do conceito de interação biológica: contribuição para a epistemologia da biologia e a formação de pesquisadores e professores (Tese de Doutorado). Universidade Estadual Paulista, Bauru


Hugo Huth, Oxigênio. Disponível em https://www.ufmg.br/cienciaparatodos/wp-content/uploads/2012/08/e5_23-oxigenio.pdf. Acesso em 25 de maio de 2020.


Alvaro Esteves Migotto, 2008. Recifes de coral e branqueamento, disponível em http://noticias.cebimar.usp.br/pt/editoria-divulgacao/73-recifes-de-coral-e-branqueamento. Acesso em: 25 de maio de 2020.



Sobre o autor: Elliot Amorim Parize, graduando em Ciências Biológicas/Licenciatura - UFU.

Contato: elliotparize@gmail.com @elliotprz




27 visualizações