top of page
Buscar
  • Foto do escritorminasbioconsultoria

Besouros cromados - você conhece a incrível espécie Chrysina limbata?


Fonte: MDig

Inicialmente vamos conhecer os insetos artrópodes da ordem Coleoptera. Nessa ordem podemos encontrar os famosos besouros, as joaninhas, os escaravelhos, entre outros. Mas nesse texto vamos focar apenas nos besouros.


Seguindo a etimologia da palavra: coleus significa caixa e ptera asas. Logo a ideia seria uma caixa com asas, isso porque os besouros são conhecidos pelo seu exoesqueleto muito rígido e rico em quitina, além de sua capacidade de voar com seus dois pares de asas (primeiro par de asas modificados em élitros e o segundo par de asas são membranosas).


Fonte: Insetologia

Nota-se a grande diversidade de besouros que encontramos tanto no dia a dia, quanto em pesquisas de campo. Uma característica muito relevante é a sua ampla distribuição pelo planeta (cosmopolita), sendo assim, eles não têm um habitat natural específico, pois cada espécie tem suas próprias características, habitats, alimentação, reprodução, entre outros.


Vamos falar agora da espécie Chrysina limbata, conhecida como besouro joaninha, joaninha-joia ou besouro cromado. É uma espécie encontrada nas florestas tropicais da América Central, mais frequente na Costa Rica e México. É uma espécie muito bonita, que chama bastante atenção pela sua cor prata refletiva metálica, absolutamente uma incrível característica deste besouro. O encontro com esta espécie só é raro por causa da sua distribuição geográfica.


Fonte: ResearchGate

Um estudo mostrou que os élitros das asas do gênero Chrysina são compostos por cerca de 70 camadas quitinosas de exoesqueleto. Ou seja, os índices de reflexão e espaçamento das camadas fazem com que a luz de diferentes comprimentos de onda seja refratada, levando a uma aparência metálica, e também criando diferentes amostras com cores diversas.


A maioria das 127 espécies de Chrysinas são verdes brilhantes, mas prata metálica e ouro também são cores já vistas. Esses besouros são muito populares entre colecionadores, suas cores, seus raros polimorfismos e suas estruturas podem valer preços altos no mercado. Este fato não passou despercebido pelos olhos de joalheiros, que os usam para dissecá-los, endurecê-los e vendê-los como joias, sendo então um item de luxo raro em muitos locais.


Com isso, podemos notar como esta incrível espécie pode influenciar na nossa economia, principalmente no mercado de joias. Também, nota-se a diversidade de morfologias e cores que um gênero de besouros pode apresentar na natureza, mostrando como a fauna pode ser rica e plural no mundo todo.


Fonte: Mundo do curioso

E aí? Achou legal conhecer mais sobre o assunto? Conhecia essa espécie e suas características? Conta pra gente aqui nos comentários, compartilhe e continue acompanhando o blog!




REFERÊNCIAS:




ANDRADE, Lília de Lima. Besouros. InfoEscola. Disponível em: <https://www.infoescola.com/insetos/besouros/>. Acesso em 14 de fevereiro de 2023.


BIODIVERSITY4ALL. Chrysina limbata. Disponível em: <https://www.biodiversity4all.org/taxa/541139-Chrysina-limbata>. Acesso em: 14 de fevereiro de 2023.


MEUS ANIMAIS. Descubra algumas curiosidades sobre os besouros. 01 maio de 2019. Disponível em: <https://meusanimais.com.br/curiosidades-sobre-os-besouros/>. Acesso em: 14 de fevereiro de 2023.


REDAÇÃO BICHOS. Homem encontra raro besouro prateado enquanto caminhava. mdig, 18 anos diminuindo sua curiosidade, 6 set. 2022. Disponível em: <https://www.mdig.com.br/index.php?itemid=55490>. Acesso em: 12 de fevereiro de 2023.







 


Sobre a autora: Vitória Luiza, graduanda em Ciências Biológicas/Licenciatura-UFU. Gosta bastante de ensinar, é apaixonada em zoologia e amante de laboratórios.

Contato: vitorialuiza.minasbio@gmail.com




 

92 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page