Buscar
  • minasbioconsultoria

Você sabia que pode ter Design Sustentável em casa? Conheça mais sobre.

Atualizado: Set 1

O ecodesign, ou design ecológico e Green design são conceitos que buscam projetar produtos, serviços e até locais mais sustentáveis, minimizando o impacto ambiental, reduzindo custos de produção e possibilitando às empresas um diferencial, visto que o mercado a cada dia está mais enfatizado ao desenvolvimento sustentável.


Além disso, é importante informar que o design ecológico, ecodesign e green design não devem ser praticados isoladamente: são necessárias medidas de ecoeficiência, práticas de projetos ecoeficientes (buscando alcançar as metas ambientais propostas) e métodos de análise de coeficiência (analisando o grau de melhoramento esperado com relação às medidas de eficiência).


Mas, apesar de serem termos muito parecidos, o Design ecológico, o ecodesign e o Green Design significam coisas distintas, porém todos relacionados com o mesmo fim: a sustentabilidade e o menor prejuízo ambiental. Vamos descobrir a diferença entre eles a seguir.



DESIGN ECOLÓGICO/SUSTENTÁVEL


É a criação de um produto ou projeto que deve ser, ao mesmo tempo, socialmente equitativo (para possibilitar o acesso de classes menos favorecidas), economicamente viável (para que a empresa possa arcar com os custos) e, por fim, ecologicamente favorável.


Dessa forma, seguindo essas três noções, o Design Ecológico busca um equilíbrio entre a ecologia, a economia e o lado social.


O design sustentável exige uso de recursos renováveis, mínimo impacto ambiental e formas de conexão das pessoas com o ambiente natural. Assim, os designers e arquitetos devem pensar no design sustentável como um conjunto de princípios que devem ser alcançados, incluindo uma melhor experiência e conforto do cliente/usuário, maximizando os efetivos de qualidade de materiais duráveis.


Fonte: Adaptado do Manual de Boas Práticas para Eficiência Energética (2005)

Sobreposição das dimensões da Sustentabilidade.


ECODESIGN


Um exemplo de ecodesign é o Upcycling, a prática que propõe o reaproveitamento de objetos que seriam descartados, que passariam anos em lixões e aterros sanitários, diminuindo a necessidade de exploração da matéria prima para geração de novos produtos, contribuindo também para a redução dos poluentes gerados na criação de novos objetos.


Sabe quando você reaproveita os potes de manteiga e margarina para guardar outros alimentos? Esse é um exemplo prático de upcycling bem simples que todos podemos colocar em prática.


Dessa forma, o ecodesign emprega o uso de materiais que não teriam mais uso, e, além disso, fazer com que a nova peça dure o maior tempo possível. A ideia principal é gerar menos lixo do início ao fim, além de usar a menor quantidade possível de energia para a fabricação de novos produtos, e de usar matérias primas que são menos poluentes e não tóxicas (priorizando o uso de matéria-prima de fontes renováveis).



GREEN DESIGN


Já o green design é uma terminologia publicitária, que engloba a preocupação com a sustentabilidade, mas que não tem características próprias. Dessa forma, o Ecodesign e o Design Sustentável estão ambos inseridos dentro do Green Design. Porém, todos são ramificações do Design Sustentável e dos 3 pilares que o sustentam.


Agora que você conhece a diferença entre essas terminologias, vamos ver alguns exemplos de produtos abaixo.


  • ESCRITÓRIO DE PAPELÃO


Escritório de papelão por Joost Van Bleiswijk – “os designers criaram um espaço de escritório inteiro cortando e dobrando cuidadosamente folhas de papelão colméia de 15mm. A área incui escrivaninhas, mesas, estantes, colunas, escadas e até salas feitas com o material. Cada peça é estruturalmente estável, e se por algum motivo uma mesa for danificada, uma nova é muito barata e pode ser facilmente substituída.”












“A agência de publicidade holandesa Nothing buscou montar um escritório expresso com um orçamento apertado, então eles recorreram ao designer retro-futurista holandês Joost van Bleiswijk e ao diretor de design Alrik Koudenburg , que criaram um escritório de papelão impressionante. O escritório de Amsterdam é um espaço de grande volume dentro de um apartamento. Feito usando a técnica "sem cola, sem parafuso" de van Bleiswijk, o conceito ilustra perfeitamente a filosofia da agência: “Nada é sobre o poder das ideias, como uma única ideia pode transformar nada em algo. Usar um material descartável barato para construir um espaço de trabalho único e memorável parecia uma boa maneira de materializar esse pensamento.”


  • PEÇAS TRANÇADAS DE MIMBRE


Chilean Made in MIMBRE – “são móveis e decorações feitos de vime trançado chileno e feitos à mão por artesãos usando recursos locais e de rápido crescimento, de uma cidade chamada Chimbarongo, perto da capital do Chile, Santiago. São produzidos a partir da fibra da planta Salix, um tipo de salgueiro chamado mimbre, um material extremamente forte, de crescimento rápido, biodegradável e flexível.”




“Lâmpadas chilenas orgulhosas e patrióticas estão penduradas no teto do restaurante “Aquí está Coco’s”. Seu formato longo e fino foi inspirado na forma geográfica do Chile.”



“Made in MIMBRE não é voltado para negócios. É um processo local e social que começou em 2006 e tem crescido com sucesso em um pequeno ritmo, como consequência de mais pessoas locais querendo se associar.”


  • EXPOSIÇÃO FEMININA ECOPINK


Exposição Ecopink no London Design Festival 2011 – “Com roupas, bolsas, jóias, móveis e acessórios femininos, a Ecopink é parte exposição e parte boutique com foco na criatividade feminina e respeito ao meio ambiente. Organizada pela E-Side com o trabalho curatorial da ecologista italiana Linda Schailon, a exposição explora como transformar lixo em tesouro.“



“Feito de tijolos vermelhos reciclados e pedra de papel preto, estes bancos duros como rocha foram criados pela designer Roberta Amurri.”



“Confeccionada com quarenta camisetas velhas trançadas juntas, essa poltrona da Maria Westerberg é confortável, colorida e também cheia de lembranças, já que as camisetas foram recolhidas de amigos.”



“Ao reciclar recipientes de plástico coloridos, Micio Vinicio cria bolsas à prova d'água.”


E aí, se interessou pelo design ecológico? Deu vontade de reaproveitar aquele móvel velho?


Coloque suas ideias em prática e seja amigo do meio-ambiente!


Conte para nós o que achou da postagem e o que você mais reutiliza em casa!



REFERÊNCIAS:


ECODESIGN, Design Ecológico e Green Design. [S. l.], 18 dez. 2018. Disponível em: https://www.dinamicambiental.com.br/blog/sustentabilidade/ecodesign-design-ecologico-e-green-design/. Acesso em: 9 jun. 2021.


DA CRUZ, Camila Oliveira. Design ecológico. [S. l.]. Disponível em: https://www.infoescola.com/ecologia/design-ecologico/. Acesso em: 9 jun. 2021.


GREEN Design, EcoDesign e Design Sustentável - Entenda as diferenças!. [S. l.], 14 set. 2019. Disponível em: https://www.ffdesign.cc/single-post/2019/09/14/greendesign. Acesso em: 9 jun. 2021.


UPCYCLING: o que é e como aderir à ideia. [S. l.], 28 maio 2010. Disponível em: https://www.ecycle.com.br/upcycling-upcycle/. Acesso em: 9 jun. 2021.


ECODESIGN e as novas formas de desenvolvimento. [S. l.], 5 nov. 2017. Disponível em: http://centralsul.org/jornaleco/?p=452. Acesso em: 9 jun. 2021.


ESCRITÓRIO incrível de Amsterdã criado inteiramente de papelão. [S. l.], 25 jan. 2015. Disponível em: https://inhabitat.com/. Acesso em: 9 jun. 2021.




Sobre a autora: Ana Beatriz Sabino Menezes, graduanda em Ciências Biológicas/Bacharelado-UFU, gosta de pintar e desenhar, apaixonada pelo ramo artístico e também pela natureza e animais, passa a maior parte do dia no jardim, cuidando das suas plantinhas e do seu pedacinho de ecossistema.

Contato: sabinoanab@gmail.com @ardevenus




149 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo