Buscar
  • minasbioconsultoria

Serpentes Brasileiras De Importância Medicinal


Como entender por que as serpentes, uma das espécies animais mais temidas pelo homem desde a pré-história, exercem em nós tão irresistível atração? As serpentes, são maravilhas da natureza. O veneno que produzem, é um composto tóxico capaz de matar a maior parte dos seres vivos, desempenha um papel fundamental no metabolismo desses animais. Como o poder mortal do veneno das serpentes pode ser convertido em remédio??? Para isso, precisamos conhecer mais sobre esses animais incríveis.


  • Aspectos morfológicos e funcionais


A anatomia das cobras é caracterizada pela ausência total de pernas e braços e por um corpo extremamente longilíneo. É interessante como a natureza empacotou todos os órgãos em um tubo tão alongado. Apesar da ausência de membros, a locomoção das cobras é ágil e rápida.


Fonte: Google Imagens

Uma característica muito interessante da serpente é a capacidade que ela tem de abrir a mandíbula para ingerir presas muito maiores do que ela mesma. Isso se deve à mobilidade que esses animais apresentam na mandíbula que, em virtude de uma dupla articulação entre o crânio, a mandíbula e um osso chamado quadrado, proporciona a eles uma abertura bucal maior que 150°.


Muitas serpentes possuem glândulas produtoras de veneno na cabeça, responsáveis pela produção da peçonha (veneno); e também um ou mais pares de dentes no maxilar superior, dotados de um canal por onde sai o veneno. O veneno desses animais pode ser definido como sendo uma especialização da saliva, que tem a capacidade de quebrar proteínas, facilitando a digestão. Esses venenos são produzidos com substâncias de natureza proteica, como as neurotoxinas; as hemotoxinas; e as enzimas proteolíticas.


Em quase todas as cobras peçonhentas podemos encontrar uma depressão localizada entre cada olho e a narina, que é chamada de fosseta lacrimal, ou fosseta loreal. Esse órgão é especializado em sentir as variações de temperatura, o que permite à serpente saber se há a presença de outro animal.


Fonte: Google Imagens

"A seta está indicando a fosseta loreal encontrada em algumas serpentes peçonhentas."


  • Quando as peçonhas salvam vidas


Pode parecer um pouco estranho, mas os venenos podem sim ser utilizados na medicina e farmacologia. Uma das principais aplicações dos venenos de serpentes se dá na produção do soro antiofídico, utilizado no tratamento de acidentes por picadas de serpentes.


Os soros são feitos a partir de venenos extraídos de espécies de cobras peçonhentas, consideradas de interesse médico, que são as principais responsáveis por acidentes ofídicos com humanos. Atualmente, muitas pesquisas têm utilizado o veneno de serpentes como base para buscar novos medicamentos para doenças graves, como o tratamento de cânceres.


Poucos sabem que foi a partir das pesquisas feitas em laboratórios brasileiros, com o veneno da jararaca, que a indústria farmacêutica multinacional desenvolveu o captopril, o remédio mais usado para tratar a hipertensão arterial. Mas não é só isso não! O veneno dessas cobras do gênero Bothrops, como a jararaca ilhoa, por exemplo, retiram uma enzima que ajuda na coagulação sanguínea. Essa enzima é muito importante em muitas situações em que a coagulação sanguínea da pessoa está comprometida.


Fonte: Google Imagens


Estudos de citotoxicidade de toxinas do veneno da cascavel (Crotalus durissus terrificus) têm fornecido dados promissores para uma futura utilização do veneno no tratamento de câncer. Diversas pesquisas vêm explorando o potencial farmacológico de peçonhas de diferentes espécies de serpentes na busca por biomoléculas que possam ser utilizadas como fonte para o desenvolvimento de novos medicamentos analgésicos, anti-inflamatórios, antivirais e antibióticos.


É notável como os venenos de cobras são importantes. Ao contrário do que muitos pensam, as serpentes não querem gastar seu veneno durante a picada no ser humano, pois elas precisam dele e, como visto, nós também precisamos dele. Por isso, é muito importante preservar e respeitar esses animais, afinal, eles contribuem para a manutenção da nossa saúde e para o avanço das Ciências Médicas.


E aí, achou interessante nosso texto? Conta pra gente aqui nos comentários, compartilhe e continue acompanhando o blog!





REFERÊNCIAS:


ATLAS DAS SERPENTES BRASILEIRAS. Disponível em <https://bioone.org/journals/south-american-journal-of-herpetology/volume-14/issue-sp1/SAJH-D-19-00120.1/Atlas-of-Brazilian-Snakes--Verified-Point-Locality-Maps-to/10.2994/SAJH-D-19-00120.1.short> Acesso em: 08 de Fev. de 2022.


COBRAS PEÇONHETAS. Disponível em <http://www.ivb.rj.gov.br/site-antigo/cobras_venenosas.html> Acesso em: 08 de Fev. de 2022.


BIOPROSPECÇÃO E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DE PRODUTOS NATURAIS E DERIVADOS DE PLANTAS E ANIMAIS. Disponível em <https://www.researchgate.net/profile/Ana-Leticia Sousa/publication/348678343_Technological_innovation_and_delivery_system_bioprospecting_the_natural_products/links/600aa801a6fdccdcb87030cc/Technological-innovation-and-delivery-system-bioprospecting-the-natural-products.pdf#page=282> Acesso em: 08 de Fev. de 2022.


 

Sobre o autor: Thiago César Barcelos, graduando em Ciências Biológicas / Bacharel – UFU, completamente apaixonado por repteis em geral, acha a natureza perfeita.


Contato: thiagobarcelos.minasbio@gmail.com


 


92 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo