top of page
Buscar
  • Foto do escritorminasbioconsultoria

Palestina x Israel e as Consequências Sociais e Ambientais

Atualizado: 18 de out. de 2023


Fonte: Wikipédia

Para compreender as origens desse conflito, é necessário entender o período do Mandato Britânico na Palestina. Com o término da Primeira Guerra Mundial, as potências vitoriosas começaram a administrar territórios que julgavam não estarem prontos para a independência.

A Palestina foi colocada sob o Mandato Britânico de Classe A, o que implica que a região estava sendo preparada para a autodeterminação e entre os anos de 1922 e 1948, a Palestina ficou sob administração britânica, com o Alto Comissário exercendo a máxima autoridade na região.


A população árabe era dominante na Palestina, porém a administração britânica favorecia os interesses dos judeus, permitindo uma imigração significativa de judeus europeus e a aquisição de terras. A Organização Sionista Mundial (OSM), que buscava o estabelecimento de um Estado judeu, identificou três elementos cruciais para alcançar seu objetivo: território, governo e população.


Os britânicos, através de sua administração, tornaram possível a aquisição de terras e a imigração de judeus para a Palestina. Entre 1920 e 1939, cerca de 332.000 judeus migraram para a Palestina. No entanto, apesar desses números impressionantes, a maioria da população ainda era árabe, o que alimentou tensões crescentes entre as duas comunidades. Lembrando que outros países estavam na mira da OSM, entre eles a Argentina.



Fonte: TudoGeo

O resultado deste imbróglio estamos acompanhando até hoje, com acréscimo de grande matança de civis, pelos dois lados, nos últimos dias. Mas e o que é que toda esta situação tem a ver com a Biologia?


Exemplos históricos de impactos migratórios são muitos, com perdas de vidas e imagens que chocam o mundo. Os impactos sociais e ambientais de uma guerra são múltiplos e não têm sido devidamente dimensionados. O planejamento militar objetiva destruir infraestrutura, cadeias de suprimento e provocar pânico e caos no terreno adversário. Tudo o que a humanidade tenta construir a guerra desconstrói. O desenvolvimento passa a ser visto do lado avesso. Cerca de 89% dos ecossistemas em Israel desapareceram desde o início do Estado de Israel e das constantes batalhas, e o governo não tem um plano para enfrentar o problema.


Para o meio ambiente não há estado de exceção. Os frutos da dominação e da guerra não podem ser excepcionalizados. Provocam impactos ambientais perfeitamente mensuráveis. O avanço militar com deslocamento de grande número de tanques, blindados, veículos pesados, aeronaves de combate, mísseis, artilharia e explosivos lançam poluição, estilhaços, elementos químicos poluentes e toneladas de carbono na atmosfera, com intensa queima de combustíveis fósseis.


Na guerra a contenção da poluição não é prioridade. Veículos pesados atravessam áreas ambientalmente frágeis, abrindo fogo com artilharia e mísseis. Várias áreas guardiãs de biodiversidade são impactadas. Minas enterradas no solo causam contaminação química com arsênico, mercúrio e chumbo. Incêndios em dutos de gás e óleo lançam na atmosfera material particulado carcinogênico. Estações de tratamento de esgoto são atingidas e coliformes fecais são liberados nos rios, provocando riscos epidemiológicos que implicam, inclusive, em contaminação na produção de alimentos.


Os pobres são os mais vulneráveis aos efeitos da guerra. As implicações econômicas geradas vão desde o desabastecimento ao aumento do custo de vida. Os efeitos nocivos da guerra afetam sociedades e o ambiente por muito tempo. O custo da despoluição pode ser proibitivo, especialmente nos cenários de fragilidades econômicas.


O mundo tem de encontrar formas pacíficas de garantir a liberdade dos povos, independentemente de diferentes visões ideológicas. É preciso garantir a independência das nações para que seus povos possam desfrutar, de forma responsável, da riqueza de seus campos férteis.




REFERÊNCIAS:


Diplomatique. Impactos sociais e ambientais da guerra 2022. Disponível em: < https://www. https://diplomatique.org.br/impactos-sociais-e-ambientais-da-guerra/>. Acesso em Outubro de 2023.


Latina, Prensa. Alertam sobre o declínio da biodiversidade em Israel. 2022. Disponível em: <https://www. https://www.prensalatina.com.br/2022/05/12/alertam-sobre-o-declinio-da-biodiversidade-em-israel/>. Acesso em Outubro de 2023.


Mais, Explica. Conflito entre Israel e Palestina. 2021. Disponível em: < https://www.explicamais.com.br/conflito-entre-israel-e-palestina/#:~:text=A%20regi%C3%A3o%20havia%20sido%20escolhida,M%C3%A9dio%2C%20onde%20est%C3%A1%20a%20Palestina. >. Acesso em Outubro de 2023.






 


Sobre a autora: Magaly Aparecida Lemos - Graduanda em Ciências Biológicas/Licenciatura na UFU, Geógrafa formada pela UFU, com experiência na área de Geociências, com ênfase em Geografia Física.


Contato: magalylemos.minasbio@gmail.com




 

105 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page