Buscar
  • minasbioconsultoria

Microplásticos: Venha Entender A Problemática

Atualizado: 21 de nov.

Você provavelmente já ouviu falar em microplástico, mas você sabe o que é isso?


Tendo o nome autoexplicativo, microplásticos, resumidamente, são micropartículas de plástico e, atualmente, são uma das maiores preocupações para o meio-ambiente como poluidor, alterando a composição dos oceanos por serem feitos de diversos produtos químicos e aditivos.

Fonte: Pixabay.
  • Mas, afinal, de onde eles vêm?


Devido ao seu baixo custo e sua alta versatilidade, como resistência e durabilidade, a produção de plástico tem aumentado significativamente. Em 2020 foram produzidas 367 milhões de toneladas de plástico e estima-se que hoje há 150 milhões de toneladas de plástico circulando nos oceanos. Com a ação dos componentes da água e das ondas, grande parte desse plástico se degrada liberando partículas de microplástico.


Além do plástico circulando nos oceanos decorrente do descarte incorreto, se desintegrando em microplástico, há outras formas de gerar microplástico, como a lavagem de roupas sintéticas de plástico (poliéster) que, com o choque mecânico liberam partículas, que vão para o esgoto e consequentemente para o oceano ou são liberadas no ar. Existem ainda cosméticos e produtos de higiene (como esfoliantes) que possuem partículas de polietileno, tintas látex e acrílicas, nurdles, que são pequenas esferas de plástico, é uma forma econômica de transportar grandes quantidades de plástico que, posteriormente, será utilizado para fazer outros produtos.



Fonte: Pixabay.
  • Quais danos eles podem causar no meio-ambiente?

Os vários produtos químicos e aditivos utilizados na confecção dos plásticos são tóxicos, causam poluição química e as partículas de microplástico ainda podem agregar a si, substâncias tóxicas de poluentes orgânicos persistentes (POPs), altamente nocivos que podem causar disfunções hormonais, imunológicas, neurológicas e reprodutivas.


São considerados microplásticos as partículas menores de 5 milímetros de diâmetro e, devido ao seu tamanho, são facilmente ingeridas, tanto por animais, quanto por seres humanos. Há diversos estudos que já encontraram grandes quantidades de partículas em humanos e animais. Não se sabe ao certo ainda os danos que podem ser causados pela ingestão de microplástico, mas pesquisas apontam danos nas paredes celulares, morte celular, reações alérgicas. Alguns plásticos contendo bisfenol, utilizados na embalagem de alimentos, podem causar diabetes, síndrome do ovário policístico, cânceres, entre várias outras doenças.


Fonte: Pixabay.

Sendo assim, desde muito tempo o plástico tem sido um grande problema para o meio-ambiente, e se vê a necessidade de políticas mundiais de redução do seu uso e destinação correta de resíduos, como programas de reciclagem e a adoção de meios alternativos que substituam o uso do plástico.


Gostou do texto? Conta pra gente aqui nos comentários, compartilhe e continue acompanhando o blog! Acompanhem também nosso Instagram (@minasbio)!




REFERÊNCIAS:



Microplásticos: principais poluentes dos oceanos. Disponível em: <https://www.ecycle.com.br/microplastico/>. Acesso em: 13 de novembro de 2022.


PARKER, Laura. Microplásticos estão em nossos corpos. Quanto eles nos prejudicam? 2022. Disponível em: <https://www.nationalgeographicbrasil.com/meio-ambiente/2022/04/microplasticos-estao-em-nossos-corpos-quanto-eles-nos-prejudicam>. Acesso em: 13 de novembro de 2022.


CHIARETTI, Daniela. Cada brasileiro joga em média 16 quilos de plásticos no oceano ao ano. 2022. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/um-so-planeta/noticia/2022/06/cada-brasileiro-joga-em-media-16-quilos-de-plasticos-no-oceano-ao-ano.ghtml>. Acesso em: 13 de novembro de 2022.


 

Sobre o autor: Geovanni Tavares Mubarak, graduando em Ciências Biológicas - Bacharelado, pela Universidade Federal de Uberlândia. Apaixonado por artrópodes, principalmente por insetos e aranhas. Gosto muito de música, um docinho depois do almoço e um draminha.


Contato: geovanni.minasbio@gmail.com

 

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo