Buscar
  • minasbioconsultoria

Corredores ecológicos: A salvação dos ecossistemas

O Corredor Ecológico é um conceito criado nos anos 90 e foi considerado uma das principais estratégias a utilizar para conservar a biodiversidade.


O Brasil adotou o conceito em 1993 pelo Decreto n° 750, já revogado, e foi disposta na lei do SNUC que, determina que “as unidades de conservação, exceto Área de Proteção Ambiental e Reserva Particular do Patrimônio Natural, devem possuir uma zona de amortecimento e, quando conveniente, corredores ecológicos”.



Os Corredores Ecológicos tem o objetivo de amenizar os efeitos da fragmentação dos ecossistemas, ligando as diferentes áreas, visando proporcionar o deslocamento da fauna, dispersão das sementes e o aumento da cobertura vegetal.


Essas áreas são separadas por interferência humana, como por exemplo, estradas, campos agrícolas, atividades madeireiras.


Em algumas dessas áreas são criadas passagens de faunas, que possuem como objetivo somente criar um espaço para a fauna, sendo desde pontes aéreas até túneis subterrâneos, mas vale lembrar que esses não possuem a finalidade de integrar o ecossistema, mas sim só de criar o espaço para os animais.


Túneis subterrâneos para passagem da fauna. Fonte: Terra da Gente.


Além da ligação entre os ecossistemas permitirem o fluxo gênico entre as espécies da fauna e flora, o mesmo permite a recolonização de áreas degradadas, conciliando a conservação da biodiversidade e o desenvolvimento ambiental da região.


Também existe a necessidade de salvar a fauna dos atropelamentos, visto que cerca de 15 animais são atropelados a cada segundo. O corredor ecológico além de integrar os ecossistemas, ajuda na hora de salvar esses animais que não possuem lugar para passarem e são forçados a ir pela rodovia, criando espaços confortáveis e seguros com vegetação para que possam seguir caminho.


Na hora da criação dos corredores, os mesmos passam pela Instância Estratégica Gerencial, Instância Deliberativa, Instância Operacional e Instância Executora. Esses instâncias tem o papel de Interagir com financiadores, outros projetos, comitês e afins, representar paritariamente o governo-sociedade civil, coordenar a implementação nos estados e é responsável pela implementação das ações, nessa ordem.


Para a implementação existem estudos sobre o deslocamento de espécies, sua área de vida e a distribuição de suas populações, e ganham reconhecimento pelo Ministério do Meio Ambiente (existe um projeto só para isso, chamado de Projeto Corredores Ecológicos), se tornando oficiais. Infelizmente só são reconhecidos 3 pelo MMA e 3 outros por Estados, sendo:

  • Corredor Capivara-Confusões (MMA), Portaria nº 76 de 11 de março de 2005;

  • Corredor Ecológico da Caatinga (MMA), Portaria nº131 de 04 de maio de 2006;

  • Corredor Ecológico Santa Maria (MMA), Portaria 137 de 9 de outubro de 2001(IBAMA);

  • Corredor Ecológico Chapecó (Estados), Decreto Estadual (SC) nº 2.957/2010;

  • Corredor Ecológico Timbó (Estados), Decreto Estadual (SC) nº 2.956/2010;

  • Corredor Ecológico da Quarta Colônia (Estados), Portaria nº 143/2014 (RS).



Existem outros 7 corredores Ecológicos em estudos ou em fase de implementação, sendo que 5 deles estão na Amazônia: Corredor Central da Amazônia, Corredor Norte da Amazônia, Corredor Oeste da Amazônia, Corredor Sul da Amazônia e Corredor dos Ecótonos Sul-Amazônicos. Os remanescente estão na Mata Atlântica, sendo: Corredor Central da Mata Atlântica e Corredor Sul da Mata Atlântica (ou Corredor da Serra do Mar). Contudo, o MMA está concentrando os esforços em somente dois, sendo: Corredor Central da Amazônia e o Corredor Central da Mata Atlântica.


Nesse artigo foi citado o Ministério do Meio Ambiente (MMA), para saber mais, clique aqui. Veja também os outros textos do Blog, temos novos artigos toda quarta-feira, fique atento!


REFERÊNCIAS

CORREDORES Ecológicos. [S. l.], 2016. Disponível em: https://www.mma.gov.br/areas-protegidas/instrumentos-de-gestao/corredores-ecologicos#via-estados. Acesso em: 19 out. 2020.


O que são Corredores Ecológicos. Dicionário Ambiental. ((o))eco, Rio de Janeiro, ago. 2014. Disponível em: <https://www.oeco.org.br/dicionario-ambiental/28538-o-que-sao-corredores-ecologicos/>. Acesso em: 19 set. 2020.



Sobre o autor: Virgilio Teixeira Carrijo, graduando em Ciências Biológicas/Bacharelado-UFU. Ama Biologia Aquática e nos tempos livres toca violão e violino.

Contato: virgiliocarrijo@gmail.com @virgilio_tc




32 visualizações