top of page
Buscar
  • Foto do escritorminasbioconsultoria

Como as rodovias impactam a fauna

Atualizado: 14 de fev. de 2023

Sabemos como as rodovias são importantes na atual sociedade, tornando mais fácil o desenvolvimento e crescimento de regiões. Desde 1928, quando foi feita a primeira estrada pavimentada no Brasil, até os dias atuais já são mais de 1,7 milhão de quilômetros de rodovias e estradas. Porém, as estradas são consideradas um dos principais fatores de impactos na perda de biodiversidade.


É ainda mais preocupante quando sabemos que somente em 1997, com a resolução do CONAMA, passa a ser necessário licenciamento ambiental para construção de novas rodovias. Devido a isso muitas rodovias são construídas próximas de reservas ambientais, como é o caso da BR-101 que passa dentro da Reserva Biológica de Sooretama, um dos últimos refúgios de Mata Atlântica no estado do Espírito Santo.


Fonte: Leonardo Merçon/Instituto Últimos Refúgios

Os impactos causados pelas estradas são: a fragmentação de habitat; regiões com efeitos de borda; ruídos e vibrações do solo que ora atraem, ora repelem a fauna; atropelamento; e isolamento de populações. Dentre todos estes efeitos citados, o atropelamento de fauna é o impacto mais alarmante, pois cerca de 475 milhões de animais selvagens por ano são atropelados no Brasil. Além do mais, todos os outros impactos estão de certa maneira interligados.


Fonte: sistema urubu

A fragmentação de habitat é um dos impactos mais devastadores, pois transforma uma área contínua em vários pedaços de terra diminuindo a qualidade dos ambientes disponíveis. Essa fragmentação é o que torna necessário o deslocamento do animal pela rodovia para ter acesso a recursos e parceiros reprodutivos. É nesse momento que ocorrem as colisões com veículos, causando morte e ferimento de animais, até mesmo dos passageiros do veículo dependendo do porte da espécie.


Fonte: Leonardo Merçon/Instituto Últimos Refúgios

Em contrapartida, existem as espécies que são repelidas pelos ruídos vindos das estradas e tendem a evitá-las, isso deixa esses animais restritos a alimentos, recursos hídricos e parceiros, causando diminuição da diversidade de espécie e até mesmo aumentando o risco de extinção. Além disso sofrem com o efeito de borda, tendo uma maior exposição aos ventos, altas temperaturas, baixa umidade e alta radiação solar. Com isso, espécies que têm mais dificuldade em se adaptar podem adoecer.


Outro fator que pode aumentar o risco de atropelamento é a oferta de alimentos ao longo das estradas, como: grãos que caem de caminhões, lixos jogados de veículos e as carcaças de outros animais. Há também a necessidade de realizar termorregulação em algumas espécies, visto que o asfalto quente pode facilitar este processo. Muitas espécies também são atropeladas propositadamente, que é o caso das cobras, por serem consideradas perigosas pela maioria das pessoas.


Fonte: Josias Marques/Portal in foco RS

Os impactos causados pela fauna atropelada fez surgir um novo campo da ciência, ecologia de estradas”, área que vem crescendo nos últimos 20 anos e tem como objetivo buscar soluções para reduzir a perda de diversidade e a mortalidade de espécies. Exemplos de medidas de mitigação são: passagens subterrâneas, passagens superiores, cercados com alambrados, placas de alerta, alarmes sonoros, redução da velocidade, iluminação de vias e conscientização pública.


Fonte: Morenopetblog

E caso você, usuário da via, encontre um animal atropelado ainda com vida, acione a polícia ambiental ou a polícia rodoviária e aguarde o socorro. Nunca coloque o animal no carro para levá-lo para atendimento, por melhor que seja a intenção pode colocar a sua vida e a do animal em risco.




REFERÊNCIAS:




Gonçalves, Rogeria. Impacto do atropelamento em rodovias sobre a fauna do cerrado. 2017. Disponivel em: <bdtd.ueg.br/bitstream/tede/746/2/RogeriaWolpp_trabalho%20final-Fauna_Atropelada-PosBancaCorrigOrtgra_validado.pdf>


Vieira, Renan. O Impacto das Rodovias Sobre a biodiversidade da Fauna Silvestre no Brasil. 2019. Disponível em:<http://www.naturezaonline.com.br/natureza/conteudo/pdf/NOL20190602.pdf>



Banhos, Aureo. Possível ampliação de rodovia que corta Reserva de Sooretama ameaça ainda mais sobrevivência de espécies únicas que vivem ali. 2021. Disponível em:<https://conexaoplaneta.com.br/blog/possivel-ampliacao-de-rodovia-que-corta-reserva-de-sooretama-ameaca-ainda-mais-sobrevivencia-de-especies-unicas-que-vivem-ali/#fechar>


Sales, Leonora. Animal atropelados, o que fazer. Disponível em:<https://faunanews.com.br/web-stories/animal-atropelado-o-que-fazer/>




 

Sobre a autora: Júlia Mafra, graduanda em Ciências Biológicas / Licenciatura - UFU, é apaixonada pelo mar e todos os animais.


Contato: juliamafra.minasbio@gmail.com



 

268 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page