Buscar
  • minasbioconsultoria

Coleta Seletiva- Como funciona?

Atualizado: Jan 20

Você com certeza já ouviu falar sobre Coleta Seletiva e seus muitos benefícios para o meio ambiente e para a vida das pessoas, mas você sabia que apenas 15% das cidades brasileiras têm acesso à coleta seletiva de qualidade e eficaz, e que nossa atuação individual pode fazer muita diferença para mudar essa realidade?


Vamos entender um pouco mais sobre tudo isso?

O que é Coleta Seletiva?


É a separação entre resíduo e lixo. Entende-se como lixo ou rejeitos tudo aquilo que não pode ser reutilizado e resíduo como sendo todo tipo de descarte que pode ser reciclado.


É através da coleta seletiva que ocorre a reciclagem dos materiais, resultando na economia dos recursos naturais e alívio de mais acúmulo de resíduos nos aterros sanitários. Sendo assim, coleta seletiva é uma prática de sustentabilidade.


Coletoras e motoristas da Urbam recebem apoio da população durante o dia a dia de trabalho - Foto: PMSJC


A Coleta Seletiva faz parte da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), lei federal nº 12.305/2010 criada em 2010, que tem como objetivo a gestão adequada dos resíduos sólidos do Brasil. Nessa lei, está previsto que a responsabilidade pelo descarte correto, tanto do lixo como dos resíduos, é de todos que participam da elaboração, produção ou consumo de um produto.


Um fabricante, por exemplo, é responsável por recorrer aos instrumentos de logística reversa (retorno de materiais já utilizados para o processo produtivo, visando o reaproveitamento ou descarte apropriado de materiais, além da preservação ambiental), enquanto um consumidor utiliza a coleta seletiva para garantir a destinação correta de seus resíduos domiciliares.


Foto: The Guardian


Conforme o PNRS, os materiais recicláveis:

  • Metais

  • Longa vida (embalagens)

  • Papel

  • Papelão

  • Vidro

Devem ser separados dos rejeitos:

  • Fraldas

  • Absorventes

  • Cotonetes

  • Papel higiênico usado

E dos rejeitos ou lixo orgânico:

  • Restos de alimento animal ou vegetal

Mas e aí, a Coleta Seletiva funciona como?


No Brasil é comum vermos a coleta seletiva funcionando de dois modos: coleta porta a porta, por caminhões especiais que coletam os resíduos recicláveis nas residências e em pontos comerciais, e a coleta por Pontos de Entrega Voluntária (PEVs), que pode ser feita por prestadores de serviço público de limpeza ou por associações e cooperativas de catadores de material reciclável.

Todo o material recolhido é separado pelos responsáveis em um galpão de triagem e encaminhado para empresas de recicláveis ou para interessados na compra de matéria-prima.


Fonte da imagem de Reciclagem de Plásticos: Alpambiental


E, essa história de Coleta Seletiva funciona MESMO?


Além dos benefícios mais populares: diminuição da poluição ambiental, do desperdício de recursos naturais e superlotação dos aterros sanitários, a Coleta Seletiva é uma grande fonte geradora de empregos nas cidades, principalmente por empregar trabalhadores marginalizados nas cooperativas.


Foto: prefeitura de Nova Serrana/ Divulgação


A Coleta Seletiva invoca o uso da cidadania: separar o lixo em casa e no trabalho e conscientizar outras pessoas é uma forma ativa de ajudar no processo de reciclagem. E é responsabilidade principalmente da prefeitura e das empresas a aplicação das práticas e investimento em boas estruturas para realizar a coleta seletiva de modo eficaz.


Quer saber como contribuir com a coleta seletiva?


Começa dentro de casa e o primeiro passo é muito simples: você deve separar o lixo comum, descrito no texto como materiais recicláveis, do lixo orgânico, aquele pó que sobra do café passado na manhã/tarde e todo resto de alimento.

Separar uma lixeira para cada tipo de lixo e lembrar de mais uma para o lixo do banheiro, descrito no texto como rejeitos.


Recicláveis. Foto: Rawpixel.com/shutterstock.com


Tudo separadinho? Então por último, confirmar no site da prefeitura da sua cidade quais os dias que o caminhão da coleta seletiva passa no seu bairro e só se programar para colocar o lixo certo no dia certo, na lixeira da calçada!

Conheça o aplicativo Cataki! Acesse o Conheça o Cataki pra conhecer essa iniciativa!


Rodrigue Lucena, catador em São Paulo, Foto: Lu Sudré/Brasil de Fato


Gostou do texto? Comente o que achou. Você já tem o costume de separar o lixo dentro da sua casa? Confira mais dos nossos textos aqui no blog!





REFERÊNCIAS


SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS (Brasil). SEBRAE. Coleta seletiva eficaz: saiba o que é e como você pode contribuir. Inovação: Impacto social e ambiental, Brasil, 28 jun. 2017. Disponível em: https://inovacaosebraeminas.com.br/coleta-seletiva-eficaz-saiba-o-que-e-e-como-voce-pode-contribuir


Tudo o que você precisa saber sobre política nacional de resíduos sólidos: Saiba sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Blog Eureciclo, Brasil, 25 abr. 2019. Disponível em:https://blog.eureciclo.com.br/tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-politica-nacional-de-residuos-solidos-pnrs/?http://blog.eureciclo.com.br/2018/09/tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-politica-nacional-de-residuos-solidos-pnrs



Sobre a autora: Bruna Gentil, graduanda em Ciências Biológicas/Bacharelado-UFU.

Contato: brunagentils0@gmail.com @jabotiacaba_




253 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo