top of page
Buscar
  • Foto do escritorminasbioconsultoria

A importância do descarte correto do óleo de cozinha: porque e como fazer

O óleo de cozinha, muito utilizado no nosso dia a dia, pode se tornar um problema ambiental quando não descartado de maneira correta. Muitas pessoas não sabem como fazer o descarte e acabam jogando o óleo usado na pia, no ralo, no bueiro, no vaso sanitário ou até mesmo na rua. Às vezes, até colocam em recipientes fechados, mas acabam descartando no lixo. O problema é que todas essas formas de descarte estão erradas, e podem acabar prejudicando o meio ambiente.


Fonte: Autossustentável

Apesar de ser biodegradável, o óleo é um poluidor e um grande contaminante. Um dos impactos negativos de seu descarte incorreto, é a impermeabilização do solo, que impede a infiltração da água. Isso destrói a vegetação e é um dos fatores que levam a ocorrência de enchentes. Outros impactos negativos, como a poluição dos lençóis freáticos, a contaminação do solo e a proliferação de animais transmissores de doenças, também podem ser consequências do descarte incorreto do óleo usado.


Mas se você acha que os problemas ambientais não impactam no seu dia a dia, pense na sua casa. O óleo descartado no ralo, em algum momento, vai entrar em contato com a água e se solidificar, levando ao entupimento dos canos e extravasamento de esgoto na sua residência e de outras pessoas, e até mesmo nas vias públicas.


Além disso, existem situações em que não há tratamento de esgoto, e todo o óleo descartado de forma incorreta, acaba se espalhando pelos rios. Nesses casos, ele fica na superfície da água, impedindo a entrada de luz e oxigênio, levando a um processo chamado de eutrofização e provocando a morte de diversas espécies animais e vegetais. Isso tem um impacto altíssimo para os ecossistemas aquáticos.


Fonte: Óleo do bem
  • Como fazer o descarte correto do óleo de cozinha?

Algumas medidas podem ser tomadas para fazer o descarte correto do produto. Primeiramente, espere o óleo esfriar. Isso ajuda a evitar que algum acidente com óleo quente aconteça. Depois, é necessário que o óleo usado seja filtrado antes de ser armazenado. Isso é importante para retirar, principalmente, os restos de comida que ficam no produto.


O óleo resfriado e filtrado pode ser armazenado em uma garrafa PET e levado ao ponto de coleta mais próximo de sua residência. Existem muitas empresas, postos de entrega voluntária e ONGs especializadas nesse tipo de coleta seletiva, que utilizam o óleo na produção de biodiesel, tintas a óleo, sabão, lubrificantes, entre outros produtos (você também pode utilizar o óleo de cozinha para fazer sabão caseiro de forma sustentável!).


Fonte: Mirante

Como você pode ver, fazer o descarte correto do óleo de cozinha é simples mas efetivo. Apenas com essa pequena atitude, podemos reduzir os impactos negativos que o óleo causa e colaborar com a preservação do meio ambiente. Além disso, o descarte feito da maneira correta, permite a reciclagem do óleo e a produção de bens de consumo que geram renda e ajudam a movimentar a economia.




REFERÊNCIAS:




Afinal, como fazer o descarte de óleo de forma correta. BKR Ambiental, 2020. Disponível em: <https://blog.brkambiental.com.br/descarte-de-oleo>. Acesso em: 10 de fev. de 2023.


Descarte de óleo de cozinha: como fazer?. ecycle, s/d. Disponível em: <https://www.ecycle.com.br/descarte-de-oleo-de-cozinha/>. Acesso em: 10 de fev. de 2023.


O prejuízo do óleo de cozinha no meio ambiente. aesbe, 2020. Disponível em: <https://aesbe.org.br/novo/o-prejuizo-do-oleo-de-cozinha-no-meio-ambiente/>. Acesso em: 13 de fev. de 2023.





 


Sobre a autora: Vanessa de Sousa Santana. Graduanda em Ciências Biológicas / Bacharelado - UFU.



 





63 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page